Confira!



Esse é o terceiro mês seguido que participo da Blogagem Coletiva do grupo Liga Blogesfera, que conheci graças à Lívia Santana do Check-in Virtual. Mais uma vez vou elogiar: não existe grupo mais lindo do que esse!
Como vocês já notaram pela imagem acima e pelo título do post, o tema de fevereiro são os livros que lembrem a adolescência. Já não me lembro quem no grupo deu essa ideia, mas foi a mais votada, e acho que vai tornar o post bem divertido. Então vamos lá!

Lembranças da adolescência


As escolhas que fiz foram motivadas por fatores bem diferentes, e acho que essa vai ser a seleção de livros mais diversificada que já fiz por aqui:

1- Poderosa - Sérgio Klein


Eu li toda a série Poderosa quando tinha 13 anos, mesma idade da protagonista, e eu me identificava com tudo! Eu também estava me acostumando com as mudanças da puberdade, meus pais também estavam se separando, eu também gostava de um garoto que não dava bola pra mim, e assim como a Joana Dalva, também amava escrever (ainda amo). É um livro infanto-juvenil super divertido, que eu simplesmente devorei. O autor soube muito bem como escrever as coisas pelo ponto de vista de uma adolescente, e só de lembrar da história, já me dá a maior saudade.

2- Crepúsculo - Stephenie Meyer


Quero confessar duas coisas: a primeira, é que li toda a saga Crepúsculo, e a segunda é que sempre preciso pesquisar para escrever o nome da autora sem erros. Hoje eu já não gosto da saga, e nem de livros do mesmo gênero, mas o livro me faz lembrar da minha adolescência, porque depois dele, eu li vários livros que misturavam romance e fantasia, e meio que fiquei viciada em histórias assim, e até cheguei a escrever uma. Deixei de gostar porque amadureci e mudei minhas leituras, mas é uma lembrança boa.

3- O Diário de Anne Frank - Otto H. Frank e Mirjan Pressler


É óbvio que eu nunca passei pela situação extrema de morar durante anos no sótão de um prédio, me escondendo por ser quem eu sou, mas me identifico muito com a Anne porque durante um certo período da minha adolescência, eu mantive um diário. Foram três cadernos preenchidos do início ao fim, com detalhes do meu dia-a-dia, meus conflitos, minhas alegrias e amizades. Algo que eu me lembro bem no diário da Anne, é que ela sempre fazia questão de escrever, mesmo que não tivesse nada de muito interessante naquele dia. A paixão dela pelas palavras me comove tanto quanto o destino trágico que ela e os outros moradores do Anexo tiveram.

4- Clarissa - Erico Verissimo


Criada numa fazenda, mas morando na pensão da tia em Porto Alegre para continuar os estudos, a menina Clarissa é uma pré-adolescente sonhadora e muito inocente. Eu não tive essa inocência toda durante a minha adolescência, mas assim como ela, eu estava sempre perdida nos meus próprios pensamentos, imaginando algo, sem dar a menor atenção para o que as pessoas diziam. Meus devaneios me tiravam do mundo.

5- As vantagens de ser invisível - Stephen Chbosky 


As vantagens de ser invisível foi um livro que me conquistou de várias formas, e ele me faz lembrar da alegria que tive ao conseguir manter amizades durante mais de um ano. Por alguns motivos que não vêm ao caso agora, eu precisei mudar de colégio várias vezes, além de ter me mudado para outro Estado. Por causa disso, eu sempre acabava perdendo o contato com os amigos antigos, depois fazia novas amizades, e acabava perdendo-as também. Mas a partir dos meus 16 anos, fiz alguns amigos que estão presentes na minha vida até hoje, e me diverti com eles assim como Charlie se divertiu com Patrick e Sam.


Enfim, esses foram alguns livros que me fazem lembrar de boas coisas da minha adolescência. Eu poderia ter colocado outros nessa lista, mas escolhi relembrar somente coisas boas. E você, conhece algum desses títulos? Tem algum livro que lembra sua adolescência? Conta pra mim!

Por: Lethycia Dias

8 Comentários

  1. Nossa, pelo visto temos mais coisas em comum. Também mudei muito de colégio e de estado durante minha adolescência e os amigos que tive naquela época nunca mais vi. Até mantemos contato mas acho que já não é mais amizade. Na minha adolescência também li Crepúsculo e era simplesmente viciada, tinha Poster pelo quarto inteiro... Já O diário de Anne Frank eu li quando tinha uns 19 anos e As vantagens de ser invisível estava mais no final da adolescência, já tinha terminado o ensino médio, mas ainda tinha 17 anos, então acho que não marcou muito a adolescência. Mas também era apaixonada por fantasia! Eu amei seu post, foi bom relembrar esses livros (só não li poderosa). Não sei por que não fiz a blogagem coletiva esse mês...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, quantas coisas em comum!
      Acho que se identificar com aquilo que a gente lê é o melhor jeito de gostar de uma história, ficamos até com mais curiosidade sobre o que vai acontecer...
      Eu recomendo Poderosa, mesmo pra pessoas fora da faixa-etária específica do livro, a série toda é bem criativa, eu adoraria ler de novo.

      Excluir
  2. Nossa, perdi a conta de quantas vezes reli a saga crepúsculo na adolescência, era muito viciada! hahaha Também acho que não gostaria da história se a leitura fosse realizada agora, mas na época era muito boa!
    Outra série que me lembra adolescência e que gosto até hoje sem dúvidas é Harry Potter, sou encantada pelo mundo criado pela J. K.
    Adorei o post :)

    beijos
    http://infinitudedepalavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lurdes! Pois é, a gente acaba mudando muito nossos gostos pessoais, quando amadurecemos, deixamos de gostar das mesmas coisas de antes.
      Também sou muito apaixonada por Harry Potter, esse amor não morre nunca!
      Um grande abraço, e obrigada pela visita e pelo comentário!

      Excluir
  3. Olá!!
    Qual adolescente nunca ouviu falar em Crepúsculo, não é? Também esteve muito presente na minha adolescência.
    Adorei o blog e já estou seguindo <3

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Não dá pra negar que Crepúsculo fez muito sucesso, e o público maior eram os adolescentes.
      Obrigada pela visita, pelo comentário e por seguir. Espero que volte sempre!

      Excluir
  4. Bem legal tua listinha.
    Desses só li Crepúsculo e As vantagens de ser invisivel. E o diário de Anne Frank está na lista para ser lido hahaha.
    Os livros que mais marcaram minha adolescencia foram as Desventuras em Série, cresci lendo eles. Não lia tanto quando era adolescente hahaha

    beijos
    http://apenasimagine.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Ah, já ouvi falar muito bem de Desventuras em Série. Quem já leu, gosta muito mesmo. Já pensei em começar a ler, mas nunca comecei. Espero conhecer algum dia..

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja quem me segue:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...