Confira!

Modinha? Livro de criança? Intelectual? Safadeza?

Você já deve ter ouvido isso em algum contexto relativo a livros. Como sempre, nós, seres humanos, estamos julgando tudo ao nosso redor de acordo com valores e conceitos muitas vezes antiquados, pré-estabelecidos, e que precisam ser reavaliados. Tratam-se de estereótipos nojentos que precisamos banir do nosso pensamento.
Todo sabem que existem vários tipos de preconceito, como o racismo e o preconceito social. Mas uma coisa me deixa bastante chocada é o preconceito literário, que muitos vezes vemos acontecer entre pessoas que gostam de parecer "mente aberta", e que dizem "respeitar a opinião alheia", mas que em atitudes contrárias, gostam de colocar rótulos e "classificar" o outro de acordo com suas crenças ofensivas.

Você com certeza já deve ter lido ou ouvido frases do tipo:
"Se ela tem mais livros do que sapatos, case-se com ela."
"Se ela gosta de ler, não anime: ela pode gostar de Crepúsculo ou Cinquenta Tons de Cinza."
"Escolher a roupa é fácil, quero ver escolher a próxima leitura."
"Abra os livros, não as pernas."

Pois querem saber o que eu penso sobre toda e qualquer frase que siga esse estilo?
Eu acredito que não passam de bobagens! Pura falta de respeito da parte de quem compartilha esse tipo de pensamento.
Vou agora compartilhar as minhas frases sobre livros. E nenhuma delas estará entre aspas, pois são todas minhas.

Eu amo ler. Não importa o que eu leio, pois amo livros.
Já li Crepúsculo, e isso não faz de mim uma menina imatura.
Leio fantasia, mas tenho os pés bem plantados na realidade.
Leio Machado de Assis, e sei que há pessoas bem mais cultas do que eu.
Eu amo livros. E amo roupas. E amo também sapatos. Algum problema com isso?
Um homem inteligente não vai escolher uma mulher nem pelo seu número de sapatos, e nem pelo seu número de livros.

E para reforçar mais um pouco esse meu protesto, segue abaixo uma série de imagens anti-preconceito, que eu espero que ajudem a abrir um pouco a mente das pessoas.















Por: Lethycia Dias

5 Comentários

  1. Parabéns, adorei o que tu disseste, e as imagens! Apoiadíssima!! Inclusive tomei a liberdade de copiar e compartilhar! Segue uma comunidade que é para adoradores de LIVROS: www.facebook.com/HashtagLeiaUmLivro . Seja bem-vinda. Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço muito pela sua atenção, pela visita e pelos elogios!

      Excluir
    2. Agradeço muito pela sua atenção, pela visita e pelos elogios!

      Excluir
  2. Olá,
    Interessante a tua postagem, gostei bastante, pois por vezes vejo pessoas que andam com os livros encapados com papel de jornal para os outros não saberem o que lêem, mas noutras alturas essas mesmas pessoas andam com grandes obras não encapadas em papel de jornal.
    Eu não tenho qualquer tipo de preconceito com o tipo literário que leio, aos 30 anos comecei a ler a saga do Harry Potter, e não o fiz fechada em casa nem com o livro encapado, li a saga do crepúsculo toda, tentei ler as cinquenta sombras de Grey mas não gostei, nada contra quem leu e gostou.
    Agora com 42 anos leio fantasia, policiais romances sensuais da Madeline Hunter que adoro e leio de tudo um pouco.
    Preconceito literário é ignorância pura e só o tem ou quem não lê ou quem o faz porque é bonito dizer que se lê.
    Boas leituras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Preconceito literário é ignorância pura e só o tem ou quem não lê ou quem o faz porque é bonito dizer que se lê."
      Falou tudo! Exatamente!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja quem me segue:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...