Confira!



Olá, loucos por leitura. Acho que esse post vai levantar algumas polêmicas, porque resolvi falar um pouquinho sobre alguns tipos de livro que eu não gosto muito e que raramente (ou nunca) fazem parte da minha estante ou da minha lista de desejados. Mas desejei mostrá-los para vocês, porque mesmo que eu tenha a vontade de experimentar diversos gêneros e estilos, existem alguns que ainda não conheço tão bem, que realmente não gosto, ou contra os quais possuo alguma espécie de resistência.
"Mas Lethycia, você não fez um post sobre preconceito literário? Não disse que precisamos parar com isso?". Eu disse sim, e hoje, depois de um ano que aquele post foi publicado, eu vejo  que também tenho meus preconceitos e implicâncias, e acho que será legal falar sobre eles. É possível que no futuro, com mais maturidade, eu queria experimentar aquilo que não conheço tão bem, e então passe a gostar. Por isso esse post vai ser muito impostante!


Livros que não leio tanto assim:


1- Romances:
Livros de romance. Fonte: Reprodução.

Não tenho nada contra romances românticos. Pra falar a verdade, teve até uma época em que eles eram meus livros preferidos, e acho que exagerei na dose. Na minha adolescência, li tantos romances, que acho que acabei "enjoando". Não sei bem explicar. Eu até gosto que tenha um casal bonitinho no meio da história, mas se tudo gira em torno do relacionamento amoroso, é difícil o livro me cativar.
Mas pra quem ama os romances, nem tudo está perdido. Saibam que eu li e amei alguns títulos do Nicholas Sparks, como Querido John e A última música, e adoro o filme de Diário de uma paixão (ainda pretendo ler). E os inúmeros comentários na rede sobre Como eu era antes de você e a presença da Emilia Clarke no filme me fazem ter muita vontade de ler o livro da Jojo Moyes. Talvez eu ainda volte a gostar de romances.

2- Eróticos:
Livros eróticos. Fonte: Reprodução. Blog "Falando de livros".

Eu fiquei bem curiosa quando Cinquenta tons de cinza estourou, apesar de nunca ter lido. Mas vi o filme no cinema, e fiquei muito incomodada. Eu confesso que tenho certo preconceito com livros eróticos, não por achar que "é coisa de gente safada" nem nada do tipo. É porque tenho a impressão de que livros assim: 1) contém cenas de sexo muito idealizadas; 2) reproduzem estereótipos sexistas; 3) não têm muito conteúdo além do sexo. Eu penso assim porque foi essa a conclusão que eu tirei depois de assistir Cinquenta tons de cinza.
Se você gosta desses livros e acredita que estou enganada, pode comentar aqui. Eu espero ainda ter a chance de me sentir conquistada por algum livro erótico e ler para descobrir que as coisas não são como eu penso.

3- Peças de teatro:
Citação de "Romeu e Julieta". Fonte: Reprodução. Blog "Ai que amor".

Nada melhor que uma citação de Romeu e Julieta para ilustrar esse item, não é mesmo? Eu só li quatro peças de teatro na vida: O pagador de promessas (Dias Gomes); O auto da Compadecida (Ariano Suassuna), que inspirou o filme homônimo; Romeu e Julieta (Shakespeare) e Tito Andrônico (Shakespeare). Não é por não gostar. É mais porque não tive muito acesso a peças teatrais publicadas em forma de livro. Para falar a verdade, eu até gostei bastante do gênero, a leitura é bem rápida e dinâmica. Estou com um exemplar de Hamlet aqui, só esperando para ser lido. Pretendo ler a obra de Shakespeare para conhecê-lo melhor, e talvez um pouco mais de Dias Gomes, porque O pagador de promessas me divertiu muito.

4- Livros de Youtuber's:
Livros de youtuber's.

Não é por implicância. Eu vejo os Youtuber's escritores como pessoas que souberam aproveitar seu sucesso e expandir seu trabalho. Sem falar no fato de que os livros deles podem formar novos leitores. Apenas nunca li nenhum porque: 1) acho que se eu não for fã ou admiradora da pessoa, não faz sentido ler o livro que ela escreveu sobre seu trabalho, ou não vou me empolgar tanto como alguém que admira; e 2) nenhum youtuber que eu admiro escreveu um livro. Então, sei lá. Apenas não tenho interesse.

5- Biografias:


Biografia de Johnny Depp. Fonte: Reprodução. Site "Depp Lovers".

Também não é por não gostar, é mais por não conhecer bem. A única biografia que li até agora foi Charles, um de nós, sobre um garoto afro-americano morto em 1969 por participar de um grupo pacifista. Eu gostei bastante do livro, e a leitura era tão fácil que levei pouco mais de uma hora. Mas nunca li outros livros do gênero porque ainda não encontrei nenhum que me atraísse tanto, ou que fosse sobre alguém que eu admire muito. Entretanto, ainda pretendo fazer isso.

6- Ficção científica:
Série "O guia do mochileiro das galáxias".
Fonte: Reprodução. Site "Uvarau".
Aí está outro gênero que não conheço muito bem. A série d'O guia do mochileiro das galáxias é o único exemplo de ficção científica que li até agora. Gostei muito, me diverti bastante, mas até hoje nenhum outro livro do gênero me chamou a atenção. Porém, pretendo ler outros no futuro.

7- Autoajuda/Chick-lit/Empreendedorismo:
Livros de autoajua/chick lit/empreendedorismo.
Fonte: Reprodução. Site "Mundo Wall Mart".
É um dos casos de "experimentei e não gostei". Eu já li vários livros de autoajuda (inclusive o famoso O segredo e também Os homens são de Marte e as mulheres são de Vênus). Com o passar do tempo, descobri que livros assim não me agradam, porque eu não acredito que uma pessoa seja capaz de dar a "resposta" definitiva e correta para os problemas alheios. Acho que coisas como casamento, fé, autoestima, etc. são muito particulares, e que cada pessoa pode acabar encontrando suas próprias "respostas" a partir de sua experiência de vida. Então quando vejo títulos como "Conquiste todos os homens", "Enriqueça em um mês", "Beleza interior" ou coisas do tipo, apenas desvio o olhar da prateleira, porque não gosto mesmo.


Esses são alguns exemplos de livros que eu não leio tanto assim, e pelos quais raramente me interesso. Pretendo conhecer melhor a maioria deles (exceto o último item, porque realmente não gosto). Espero ainda poder fazer aqui no blog a resenha de alguns gêneros listados nesse post.
O que você achou das minhas opiniões? Acha que sou preconceituosa? Acha que preciso conhecer melhor os gêneros? Me indicaria algum livro nesses estilos? Quero saber sua opinião!

Por: Lethycia Dias

10 Comentários

  1. Gostei bastante do post, ficou bem legal. Também não curto muito livros de autoajuda e concordo com sua opinião, em que as pessoas podem encontrar as respostas e saída de questões e problemas da vida nas experiências de vida e não em um livro que promete lhe dar tudo gratuitamente. Sem contar que produtos assim não fazem o leitor pensar, e assim, o mesmo acaba não produzindo o conhecimento necessário que uma boa leitura proporciona.

    Cada vez mais fascinado pelo "Loucura por Leituras".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não gostar de autoajuda é bem comum, dificilmente vejo resenhas desses livros, ou recomendações. Penso da mesma forma que você. Obrigada pelo comentário, é muito bom receber um retorno tão legal dos leitores do blog, sempre me sinto incentivada a criar mais coisas.

      Excluir
  2. Confesso que tenho um certo preconceito com auto ajuda. Sei lá, não gosto muito de livros que me mandam fazer algo. Romances eu leio pouco, e raramente a história fica na minha cabeça, nem lembro deles para responder TAGS. Ficção científica eu tenho muita vontade de conhecer, tenho uma lista enorme. Erótico só li um. Teatro também não leio muito, mas eu gosto. Queria ler O Auto da Compadecida pois eu adoro o filme!! Ah, leia as do Martins Pena, são muito boas! Eu adoro! Biografia eu tenho uma para recomendar: chama-se Adeus, China, do bailarino Li Cunxin. É uma história de vida impressionante!!! Ah, do livro erótico que eu li eu gostei! Até quero ler os próximos, mas rola sim uma certa idealização do sexo HAHAHA mas eu gostei da mocinha, ela era bem determinada. Acho que com o tempo a gente vai trocando os gêneros mesmo, então pode ser que você ainda venha a ler esses que não lê tanto assim... Seus posts sobre vida de leitora estão cada vez mais legais! Parabéns pela criatividade!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, então você me entende. Quando as TAGs perguntam algo sobre casais, eu nunca sei o que responder, porque os romances não são muito marcantes para mim! kkkk
      Recomendo muito que você leia O auto da Compadecida, é muito bom mesmo. Ariano Suassuna sabia criar situações nem humorados representando o sertão. E vou anotar a sua recomendação de Martins Pena.
      Agradeço por tudo, eu tento sempre inventar coisas novas pro blog, e é muito legal ver que as pessoas gostam.

      Excluir
  3. Olá!
    Como defensora dos livros eróticos (hahaha), concordo com você, não totalmente. ALGUNS livros do gênero possuem apenas sexo, mas não são todos. Muitos tem histórias incríveis por trás, cheias de emoção, problemas, situações do cotidiano como qualquer outro livro. Entendo que não são todos que gostam, mas, se possível dê uma chance qualquer dia!
    Também não curto muito os livros de youtubers. Assisto, mas não sinto vontade de lê-los. Quando o da Kéfera saiu eu fiquei mega animada, porém fui deixando o tempo passar e acabei esquecendo hahaha.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Eu estava esperando por um comentário assim. Fico feliz de saber que eles não são mesmo como eu imagino, e espero dar a sorte de me interessar por algum e acabar gostando. Obrigada por ter me avisado e recomendado!

      Excluir
  4. Tambem não leio muito desses romances, tentei ler Questões do coração, mas acabei travando e desisti, ele ainda esta aqui esperando que eu de uma segunda chance, os do nicholas spark é outro que tentei e não consegui seguir com a leitura.

    Não leio muitos eróticos e desses da imagem não li nenhum, tem alguns que até são legais, mas tem outros que se prendem muito na parte do sexo que a maior parte do livro é só isso, é por isso que sempre quando leio um erótico pego um que contenha um suspense ou ação misturado.

    Nunca li nenhuma peça de teatro e nem tenho vontade.

    Livros de youtubers - eu tenho um aqui que é diario de um adolescente apaixonado, ganhei de presente mas a leitura nunca flui e não pretendo ler pois sinceramente acho esses livros meio chatos.

    Só li em toda a minha vida apenas uma biografia inteira, e mesmo assim nem gostei, então fujo desse genero.

    Amo ficção cientifica, acho esses livros bem interessantes e conseguem me prender a atenção, ainda não li os mochileiros da galaxia, quero ver se compro a coleção completa.

    Autoajuda eu não leio de jeito nenhum pois não gosto.

    Chick lit já li e alguns até que são legais mas não são meu gênero preferido e raramente leio.

    Empreendedorismo nunca li e nem tenho interesse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Brenda! Seja bem-vinda ao blog.
      Achei legal ver sua opinião sobre cada um dos gêneros que listei. Recomendo que leia "O guia do mochileiro das galáxias", é muito bom mesmo, hilário, e cheio de situações inusitadas. Eu curti muito a série inteira.

      Excluir
  5. Adorei a sua lista. Se fosse para eu fazer uma, seria bastante parecida com a sua! Acrescentaria livros religiosos e de autoajuda dentre os que não têm lugar na minha estante e, definitivamente, passo longe dessa onda de livro de Youtubers.

    No caso dos livros de teatro e ficção científica, quando comecei a ler não consegui parar, e essa paixão dura até hoje! Biografia eu li a do Steve Jobs, e foi uma leitura maravilhosa. Recomendo!


    http://www.tamiresdecarvalho.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tamires! Legal termos opiniões parecidas e gostos em comum. Vejo também que você gosta bastante de peças teatrais e ficção científica, já sinto um incentivo a mais para conhecer melhor. Quanto às biografias, ainda procuro por alguma que me conquiste!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja quem me segue:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...