Confira!


E agora, no fim do mês, eu não poderia deixar de trazer a vocês a resenha de mais um conto de Edgar Allan Poe, para o Desafio 12 meses de Poe. Desde janeiro, estou resenhando um conto por mês desse fantástico escritor, com o objetivo de incentivar a leitura da obra de Poe. Você pode conhecer melhor o projeto clicando aqui.


A maior parte das resenhas anteriores foi feita em forma de vídeo. Por alguns problemas que tive com o canal, resolvi fazer as últimas resenhas do desafio na forma escrita. Confira abaixo:

Obsessão


O conto Berenice é narrado em primeira pessoa pelo protagonista, que se chama Egeu. É uma história vampiresca, porém se desenvolve de maneira simbólica e implícita. Em nenhum momento a palavra "vampiro" é dita, mas quem conhece a fundo o mito dos vampiros pode reconhecer alguns elementos que caracterizam essa temática.
Egeu começa falando sobre a casa de sua família, onde cresceu junto com sua prima Berenice, por quem ele desenvolveu, com o tempo, uma espécie de obsessão.

"Berenice! - conjuro seu nome - Berenice!
- e das ruínas cinzentas da memória,
mil tumultuosas recordações despertam com o som!"
Contos de Imaginação e Mistério - página 194-193

Egeu sempre sofreu de enfermidades, enquanto Berenice era saudável, até o momento em que ela contraiu uma doença que muda a relação entre os dois. Egeu passa, então, a ter medo dela.

"A doença - uma doença fatal - se abateu como um simum sobre seu corpo,
e, diante de meus próprios olhos, o espírito da mudança desceu sobre ela,
permeando sua mente, seus hábitos e seu caráter, e, da maneira mais sutil e terrível,
perturbando até mesmo a identidade de sua pessoa!"
Contos de Imaginação e Mistério - página 193

"E agora - agora eu estremecia diante de sua presença,
e era tomado pela palidez à sua aproximação."
Contos de Imaginação e Mistério - página 196

Egeu e Berenice chegam a ficar noivos, mas o narrador deixa bem claro que não a amava. Ele era obcecado por ela. "Na estranha anomalia de minha existência, os sentimentos, comigo, nunca provinham do coração, e minhas paixões eram sempre da mente" (página 195). Quando Berenice é abatida pela enfermidade fatal (o vampirismo) Egeu passa a temê-la, e a passa a apresentar uma preocupação excessiva pelos dentes de Berenice.
Não vou revelar o acontecimento do final, mas digo que a atitude tomada por Egeu é ligada aos mitos vampirescos pelo fato de os dentes serem o elemento mais importante na figura dos vampiros. O medo que ele passa a sentir dela é causado pela modificação de sua natureza, que ele não compreende, mas sente.

"Eles se entreabriram; e num sorriso de peculiar expressão
os dentes da transformada Berenice revelaram-se vagarosamente à minha visão.
Quisera Deus que jamais os houvesse contemplado ou que,
uma vez o tendo feito, houvera eu morrido!"

O conto tem um diferencial em relação aos outros escolhidos para o desafio, e à maioria das histórias de Poe que já li: o narrador é identificado.
Além disso, é um dos contos mais macabros do autor. Eu o li no livro Contos de Imaginação e Mistério, da Editora Tordesilhas, e uma nota deixada ao final nos informa de que o próprio Poe, ao publicar o conto no Brodway Journal, suprimiu dois parágrafos da história, que foram considerados como excessivamente repulsivos na época. Não vou dizer o que acontece, mas é chocante!
É uma história complexa, apesar de curta. Eu não percebi a relação com o vampirismo até ser informada de que Berenice é uma história de vampiros. É um conto que merece ser lido muitas vezes, até que seja compreendido por completo.

Caso queira conhecer outros contos lidos no Desafio 12 meses de Poe, confira abaixo:


Ainda faltam dois contos a serem resenhados, que serão Ligeia e O retrato oval.

Mas, se você acha que precisa esperar um mês para ver um pouco mais de Edgar Allan Poe aqui no blog, não fique triste! Em homenagem ao Halloween e ao marco de 167 anos da morte de Poe, na segunda-feira, dia 31, vou resenhar o livro Contos de Imaginação e Mistério. Não perca!

O livro "Contos de Imaginação e Mistério" terá sua resenha publicada no dia 31.

Já viu que tem coisa boa esperando por você, não é? Então não se esqueça de acessar o Loucura Por Leituras na segunda! Mas até lá, não deixe de comentar aqui: o que achou da resenha de Berenice?

Por: Lethycia Dias

4 Comentários

  1. Olá Lethycia, sua resenha é muito boa, parabéns. Eu tenho uma afeição particular por Põe e sua narrativa singular. Adoro seis mistérios e a técnica literária dele. Me.diga qual foi o critério em que você selecionou esses contos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marcelo!
      Agradeço muito pelo elogio. Vez ou outra, encontrava contos do Poe em alguma antologia por aí, e ficava morrendo de vontade de conhecer melhor a escrita dele, e estou amando.
      O projeto não foi criado por mim, mas sim por outra blogueira (nesse link aqui: http://www.annacstt.com/2016/01/desafio-de-leitura-12mesesdepoe.html). Ela escolheu histórias menos conhecidas dele, mas que ainda fossem fáceis de encontrar na internet.

      Excluir
  2. poe é muito, mas muito maravilhoso! berenice é um dos meus contos favoritos!!!! =**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh, ele é mais do que maravilhoso! É um escritor a ser estudado e admirado pelos próximos séculos por sua genialidade. Não gostei tanto de Berenice como de outros contos, mas sem dúvida é uma das histórias mais perturbadoras.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja quem me segue:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...