Confira!

Tenho um problema com séries e sagas

No post de hoje, resolvi falar sobre um assunto um pouquinho complicado para mim, como leitora. Tenho certa dificuldade para acompanhar séries e sagas muito compridas, e isso faz com que às vezes eu me sinta como a "ovelha negra da família" quando converso com outros leitores.
Anteriormente, gravei um vídeo sobre esse assunto, mas acabei nunca postando no canal, e agora que eu desisti do YouTube, decidi escrever um texto para trazer essa discussão aqui para o blog. Eu imagino que outras pessoas também devem se sentir como eu, e isso me motivou a querer falar sobre o assunto. Então, continue lendo para entender melhor!


Vamos pensar um pouco nas séries e sagas mais populares dos últimos anos. Eu não li Jogos Vorazes. Nem DivergenteOs ImortaisA Herdeira, Instrumentos Mortais, A Maldição do Tigre, Maze Runner, Percy Jackson, Eragon... E tantas outras séries e sagas tão admiradas e lidas, que conquistam tantas pessoas por aí.
Não foi por preconceito e muito menos por falta de vontade. Me lembro que na primeira vez que vi Jogos Vorazes na Livraria Cultura, eu peguei o primeiro livro, me sentei em um daqueles bancos superconfortáveis que a loja oferece, e li várias páginas até a hora que meu pai me chamou pra ir embora. Mas eu não pedi que ele me comprasse o livro. Em casa, baixei um arquivo PDF, reli o início e depois parei. O tempo passou e acabei esquecendo.
Já ouvi falar - e muito bem - de todos os outros títulos citados acima, e de várias outros que não me lembrei de listar. Alguns, inclusive, eu pretendo ler no futuro. Mas você deve estar se perguntado: "Lethycia, por que você não leu ainda?"

Livro FallenA primeira série que eu li foi Fallen. Vi o livro numa livraria, a capa me chamou a atenção e eu fiquei pedindo pro meu pai comprar até que ele concordou. Eu adorei o livro, e li mais de uma vez, e mesmo sabendo que havia continuação, não corri atrás dos outros livros. Depois de muito tempo é que peguei Tormenta emprestado com um amigo, e muito depois peguei PaixãoApaixonados e Êxtase com minha tia, que tinha a série inteira e eu nem sabia.
Depois disso ainda li outras séries e livros de fantasia, mas todos emprestados por amigos. Também comecei algumas séries, sem ter terminado nenhuma. O primeiro exemplo disso foi com Para Sempre, da série Os Imortais. Adorei o livro, mas nunca li nenhum dos outros!

Livro O Triunfo de SharpeEu percebi que não tinha muita "disposição" para as séries compridas quando li o livro O Triunfo de Sharpe (que foi, aliás, uma das primeiras resenhas do blog). Eu estava com uma amiga em uma Lojas Americanas, o livro estava barato, e fiquei muito interessada, então comprei. Só quando fui ler é que descobri que era na verdade o segundo volume de uma série chamada As aventuras de Sharpe. Eu consegui entender muito bem a história do segundo livro mesmo sem ter lido o primeiro, mas é claro que fiquei curiosa para conhecer a história completa. Estava imaginando uma trilogia ou algo assim... Quando visitei o site da Editora Record, que publica os livros no Brasil, descobri que são doze livros já traduzidos, e segundo a Wikipédia, eles são mais de vinte no total. A Wikipédia ainda diz: "Baseando-se em fatos reais históricos, o autor escreve sobre seu personagem...". Isso me levou a concluir que a série ainda nem foi encerrada, o que me desanimou bastante. É muito livro pra ler!

No mesmo ano em que li O Triunfo de Sharpe, li também Coração de Tinta. Eu tinha assistido ao filme quando era criança, e achava a premissa incrível. Simplesmente amei o livro, e quando descobri que era uma série, fiquei super curiosa para continuar. Mas... Com tantos livros que eu quero ler, ainda não me organizei para comprar as continuações. Simples assim. Eu juro que algum dia vou terminar a saga, porque amo essa história e os personagens.

Por outro lado, nesse mesmo ano eu comecei a ler - emprestados por um amigo - os livros d'As Crônicas de Gelo e Fogo. Uma amiga ganhou de presente o box, e quando entramos de férias, ela me emprestou os livros que faltavam. Li a série inteira com os livros emprestados, e depois, só porque gostei muito e virei muito fã, é que eu tive coragem de comprar os livros para mim, porque estava cansada de querer reler alguma parte passada para relembrar os acontecimentos e não poder, porque já havia devolvido os livros anteriores.

Livros As Crônicas de Gelo e Fogo

Porém, só comprei porque vi numa promoção do Submarino. Os cinco livros, nessa edição "econômica sem ser pocket", estavam custando R$ 50,00. Se fosse pra comprar todos os livros, um por um, eu provavelmente não teria comprado.

Acabei percebendo que são poucas as séries/sagas que eu tenho ou desejo de ter inteiras. E quando eu quero comprar a saga inteira, é por dois motivos: ou porque eu sou muito fã, ou porque existe a chance de comprar um box. Vou explicar melhor:

Eu li Harry Potter quando tinha entre treze e quatorze anos, e peguei os livros emprestados. Eu ainda não comprava os meus próprios livros naquela época. Só depois, quando passei a sentir muita saudade da história, é que fiquei determinada a comprar todos para poder reler. Por enquanto estou aguardando promoções. Sei que existe aquele box lindo com o castelo de Hogwarts desenhado nas lombadas, mas eu tenho um carinho especial pela edição tradicional, e estou comprando os livros lentamente, um por um, conforme vou encontrando preços bons. Por enquanto, tenho A Pedra Filosofal, A Câmara Secreta, O Prisioneiro de Azkaban e A Ordem da Fênix.

Livros Harry Potter

Sim, eu prefiro essa edição. Ainda aguardo por boas promoções para poder comprar os outros, que quase sempre estão bem caros.

Outro exemplo é com O Guia do Mochileiro das Galáxias. Tenho a série completa, mas só porque um amigo comprou por engano duas unidades do box e me vendeu uma. Já contei essa história em um post anterior.

Livros O Guia do Mochileiro das Galáxias

Essas são outras séries e coleções que comprei só pelo conforto oferecido pelos boxes, que nos dão a facilidade de adquirir a série inteira de uma vez:

Meus Boxes e coleções

Mas afinal, qual o "problema"?


Quando gravei o vídeo sobre isso, eu cheguei à conclusão de que eu não curto muito ficar comprando vários e vários livros de uma mesma série porque a gente acaba gastando muito tempo com uma história só. E ficamos apegados durante anos, comprando todas as continuações assim que uma nova é lançada. É claro que se acharmos que a história vale a pena, não há nada de errado nisso.
Mas eu acabei percebendo que existe uma infinidade de livros que eu desejo ler. E essa vontade de ler pode ter intensidades diferentes. Pode ser um livro que eu quero ler agora, porque está todo mundo comentando e parece muito bom, mas que daqui a algum tempo pode deixar de parecer tão legal; pode ser um livro que significa alguma coisa pra mim, que aborda algum assunto que eu considero importante para a minha formação, e por isso não quero deixar de ler; pode ser um livro considerado fundamental, como os livros mais importantes já escritos pela humanidade.
E eu acabei percebendo que por mais tempo que eu viva, eu não vou conseguir ler tudo que chamar minha atenção ou despertar minha curiosidade. Infelizmente, temos que definir prioridades. Depois de ter assistido ao vídeo da Jotapluftz sobre a Biblioteca Básica, eu entendi o quanto isso é importante, até para podermos organizar melhor nossas estantes, pararmos com a compra impulsiva de livros só porque estavam baratos e evitarmos as decepções.

Não, eu não quero dizer que séries e sagas são ruins. E nem que os clássicos e epopeias são melhores do que os contemporâneos. Quem sou eu pra dizer isso? Quero dizer que existem livros que vão valer mais a pena do que outros, de acordo com a nossa subjetividade. Um livro que para você foi maravilhoso e entrou para sua lista de melhores leituras da vida pode não ser tão bom para mim. E um livro que considero fundamental pode não ter nenhuma importância para você.
E não existe nenhum problema com isso. Nós todos somos pessoas diferentes, e é claro que um livro vai ter para mim uma importância ou significado diferente daquele que vai ter para você. Antigamente eu costumava me sentir meio "excluída" por não ter lido todas essas sagas que todo mundo parece amar, mas hoje eu entendo que eu apenas leio aquilo que me parece mais atrativo, e que não preciso ler uma coisa que eu não queira, só porque todos estão lendo.
É claro que existem séries que eu pretendo ler e acompanhar algum dia, quem sabe me tornar fã... Mas tudo ao seu tempo, né? Vamos primeiro atualizar as minhas leituras acumuladas aqui em casa, vender ou trocar os livros que não me agradaram, e depois pensar em comprar outros.

E você, o que achou desse post? Se identificou com alguma coisa que eu disse aqui? Já tinha feito alguma dessas reflexões? Acredito que esse tema pode gerar um ótimo debate. Por favor, não deixem de comentar abaixo.

Por: Lethycia Dias

12 Comentários

  1. Oi, Leth. Tudo bem?

    Eu concordo com você em todos os aspectos, nunca consigo em apegar a uma série de livros, e não sei explicar o porquê (talvez preguiça, pode ser), mas eu também vejo que essas séries mais contemporâneas parecem que já são feitas com o propósito de se tornar uma série, porque esse formato é muito vendável, sabe? E aí eu fico me sentindo tentada a comprar uma coisa que, na verdade, é uma jogada de marketing, porque séries de livros estão "na moda". Você já pensou nesse aspecto também?

    Beijin, Hel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nem pensei em abordar esse aspecto do marketing, mas é verdade. Algumas séries por aí têm livros bem curtos, e me parece que toda a história poderia ser contada num livro só. Também tem aquelas que rendem um monte de spin-offs, e todo mundo fica louco pra ler. Não sei dizer se isso acontece por pressão das editoras, se alguns autores já pensam em fazer um trabalho desse tipo desde o início, ou se são as duas coisas ao mesmo tempo. Mas acho que se eu fizesse um post falando que algumas séries são feitas desse jeito, acho que muita gente passaria a me odiar...

      Excluir
  2. Olá, as vezes eu não consigo acompanhar porque os livros seguintes são muitos e não consigo comprar, e a sequência pode ser confusa também, um dos motivos de eu não ter lido '' Instrumentos Mortais'', não li Harry Potter e as vezes até me sinto um ET porque conheço outros leitores que leram que falam pra eu ler também. E o pior é que eu deixo de ler algumas sagas por estarem incompletas, das editoras não publicarem os livros seguintes e eu ficar frustrada. Não gosto de ficar preso a uma historia por muito tempo, por isso eu prefiro livros unicos, mas amo Jogos Vorazes <3
    Beijos!
    Agridoce Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que é isso aí! Em geral, eu sou bem desligada desse mundo das séries, acho muito sofrimento ficar aguardando a continuação, e prefiro comprar quando já está completa. Leio As Crônicas de Gelo e Fogo, e não aguento de curiosidade pelo sexto livro que o Martin ainda nem terminou de escrever...
      Mas não se sinta obrigada a ler algo só porque muita gente gosta. Leia se te parecer legal, se estiver afim ;)

      Excluir
  3. Eu amo sagas. Mas tenho um problema: fico MUITO viciada em uma série, não consigo fazer nada até terminar. E quando os livros ainda estão sendo escritos eu esqueço e acabo não comprando. Foi assim com O Único é Eterno Rei, que pretendo completar a série e outras também como 39clues, a tapeçaria... minha irmã tem os boxes de Maze Runner e Jogos Vorazes e ainda não li... se eu ler sei que vou viciar e aí adeus outras leituras... Mas adorei sua reflexão... antes eu me sentia mal por não acompanhar minhas amigas nas modinhas enquanto eu lia meus clássicos, mas hoje sei que leitura é pessoal, é gosto e então não me incomodo mais com isso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, eu nunca vivi isso de ficar só viciada numa saga, você acredita? Eu quase sempre lia os livros com um período de tempo entre cada volume, porque pegava emprestado mesmo, então dependia da boa-vontade do dono! KKKKKK E quando li O Tempo e o Vento, por exemplo, li todos eles seguidos e por mais que a história fosse boa, tinha partes que eu ficava cansada, querendo terminar logo pra ler outra coisa. To aqui pensando que quando terminar de comprar Harry Potter vou querer ler tudo de uma vez, mas não sei não, será que eu aguento?
      Realmente, leitura é pessoal. Antigamente eu me guiava pelos destaques nas livrarias, pelas listas de mais vendidos, depois percebi que isso não importa. Prefiro ler um livro espetacular que ninguém conheça ao invés de um livro ruim que ta todo mundo comprando.

      Excluir
  4. Gosto muito de ler e antigamente na literatura juvenil, havia poucas séries, isso era bom. Quando a li a série "Os Karas" do Pedro Bandeira me senti uma louca compulsiva, nem dormia direito. Eu pegava os livros emprestado da Biblioteca e quando entrega um e a sequencia não estava disponível eu quase tinha um ataque do coração. Quando cheguei na vida adulta me vi cansada de ler tantas séries. Quando Harry Potter acabou senti a necessidade de dar um basta nessa coisa louca e insana que é a espera da continuação de uma série. A pouco tempo li os "Instrumentos Mortais" e mais uma vez me senti uma viciada compulsiva. Gastei uns 200 reais comprando os livros, simplesmente pq eu não conseguia controlar a minha curiosidade para saber o desfecho da história. Aí a história acabou e ainda tenho vontade de mais, porém para o bem da minha sanidade só ando buscando livros de autores que não fazem sequencias rsrsrs. Traumatizei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, pelo visto você tem uma longa experiência com leitura de séries. Eu não vive essa época d'Os Karas, conheço muito pouco da escrita do Pedro Bandeira, infelizmente.

      Excluir
  5. Eu também tenho dificuldade com séries... Já lia a do Tigre, que você menciona acima, mas não completei, faltou o último volume. Alguns romances com continuação eu arrisquei, mas geralmente perco o interesse de ler até o final. Com uma boa edição, muitas séries dariam um bom volume único. Uma exceção é a série do Mochileiro, que eu amo pois sou super fá de Douglas Adams!

    Estou tentando ler Outlander, mas me desanima saber que tem mais um montão de livros...

    Bjs, adoro o seu blog! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, nem me fala de Outlander! Eu comecei a assistir a série e fiquei completamente apaixonada, descobri que tinha os livros e aí é que pirei mesmo! Mas ó de saber que são tantos livros, já fico meio triste. Espero gostar muito do primeiro pra não desanimar com os outros, porque eu amei demais a série <3

      Excluir
  6. Eu gosto muito de sagas,só que acabo me apegando muito e isso às vezes dificulta a leitura de livros únicos que também seriam interessantes.E tipo não entro nessas modinhas não,leio o que eu gosto.Inclusive tem vários livros que nenhum dos meus amigos conhece e eu leio.Quanto ao comentário acima que vc disse que iria querer ler Harry Potter de uma vez,mesmo amando sagas eu não gosto de ler todos de uma vez.Sempre dou um intervalo,acho muito cansativo mas vai de acordo com o gosto de cada um.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, que engraçado encontrar alguém que sente ao contrário de mim! Enquanto eu tenho dificuldade com as séries, você tem com os livros avulsos... Pra ver como cada pessoa lida com as leituras de forma diferente.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja quem me segue:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...