Confira!

Resenha: Conto de Natal
"O enredo traz a figura de Scrooge, um rabugento homem de negócios de Londres, sovina e solitário, que não demonstra um pingo de bons sentimentos e compaixão para com os outros. Não deixa que ninguém rompa sua carapaça e preocupa-se apenas com seus lucros. No frio natalino, ele é visitado pelo fantasma de Marley, seu sócio, morto há muito tempo. Esta visita muda a sua vida. A história foi escrita entre outubro e novembro de 1843, para ser publicada em capítulos de jornal, com ilustrações de John Leech, em dezembro do mesmo ano. O enredo é familiar a todos - foi filmado várias vezes, televisionado, adaptado para o teatro, para crianças, transformado em desenho animado e até em histórias em quadrinhos. Até mesmo a figura de Scrooge teve descendentes, já que o nome original do Tio Patinhas, personagem de Walt Disney, é Uncle Scrooge."

Autor: Charles Dickens
Gênero: Conto
Número de páginas: 96
Tradução: Jorge Vidal Pessoa
Editora: América do Sul
Onde comprar: Amazon
*Informações sobre local e data de publicação indisponíveis A edição não é mais publicada. O link para compra é referente a outra edição do mesmo livro.

O espírito de Natal


Eu prometi no Facebook e no Instagram que faria uma resenha especial para o Natal deste ano, e aqui estamos nós! Eu ouvi falar deste livro pela primeira vez em um vídeo da Tatiana Feltrin, e fiquei muito curiosa com a premissa da história, além de ter passado a ter muita vontade de ler os livros dele quando ouvi falar sobre o quanto a literatura dele influenciou o cinema. E posso adiantar para vocês que acredito que escolhi um bom livro para começar a ler Dickens!
Eu não conhecia essa história, mas você provavelmente deve conhecer, porque ela já foi adaptada várias vezes em diversos meios culturais. Essa é a história do velho Ebenezer Scrooge, um empresário ambicioso, mal-humorado e amargo, que vive sozinho e cuja maior preocupação é ganhar mais dinheiro. Scrooge não gosta de se relacionar com outras pessoas, em geral, e não gosta nem um pouco da época do Natal. Ele não gosta do clima de festividade, de reunião de família, de solidariedade e generosidade que as pessoas cultivam nessa época. E o que ele realmente detestava era ter de dar folgas para seu empregado Bob Cratchit, e ter que pagá-lo sem que ele tivesse trabalhado.
Podemos dizer que ele era um verdadeiro egoísta e pão-duro. Mas tudo isso muda na véspera de Natal de determinado ano, quando ele recebe em casa o fantasma de seu ex-sócio, Jacob Marley. Com esse encontro mais do que inesperado - pois Scrooge não acreditava em assombrações ou vida após a morte - ele se dá conta de que seu destino pós-morte será terrível, a não ser que mude algumas de suas atitudes. Então Jacob lhe avisa que Scrooge receberá as visitas de três espíritos, que vão ensinar a ele uma lição.
Os espíritos vêm, como Marley havia prometido, e cada um irá transportá-lo para lugares diferentes, onde Scrooge verá o Natal de outras pessoas: o Espírito do Natal Passado, que mostra coisas que já aconteceram; o Espírito do Natal Presente, que mostra o que está acontecendo neste Natal; e o Espírito do Natal Futuro. que mostra o que ainda vai acontecer.

Foto compartilhada no meu Instagram durante a leitura.
Visite @lethyd ou @loucuraporleituras e acompanhe!
"Estou aqui esta noite para te avisar que tens ainda uma possibilidade
e uma esperança que te dou eu, Ebenezer"
Página 23

Para os padrões de um conto, a história é um pouco comprida, mas é em termos gerais é um livro curto, com apenas 95 páginas. Como foi publicado em forma de folhetim em jornais - isto é, cada edição de um jornal trazia uma parte da história -, o conto está dividido em quatro capítulos (na história, chamados de estrofes). Tudo acontece muito rápido, e creio que seja possível ler o livro inteiro em uma tarde de domingo, por exemplo.
A história é contada em terceira pessoa por um narrador onisciente que de vez em quando faz comentários pessoais e se dirige diretamente ao leitor, como no trecho a seguir: "Se por acaso, leitor, conheces alguém tão alegre como o sobrinho de Scrooge, o que é pouco provável, só posso te dizer uma coisa: é que também eu gostaria de conhecer essa pessoa. Apresenta-mo, leitor amigo, e procurarei cultivar a sua amizade!".
A narração deste conto é bastante vívida e muito visual. Existem descrições bastante detalhadas sobre tudo o que Scrooge e os Espíritos do Passado, Presente e Futuro visualizam. É possível imaginar todos os sons de sinos, de risadas, de conversas; todas as pessoas passando pelas ruas; todas as comidas típicas da época; todas as bebidas e frutas deliciosas que fazem parte da mesa de Natal. Talvez por isso, eu consegui me identificar muito com a história, que apesar de ter sido escrita há mais de 150 anos, me fez lembrar muito de como ficam as ruas, as pessoas e as lojas em uma grande cidade durante a época natalina. É uma leitura riquíssima e muito visual.
Resumindo, é uma história muito bonita com tudo o que conhecemos do espírito natalino, e que vemos em filmes e novelas. Existe todo aquele clima de solidariedade, perdão, gratidão e amor pela família e por todas as outras pessoas.
A edição conserva uma linguagem bastante formal e até um pouco antiga, que eu acredito que corresponda à linguagem usada originalmente por Dickens. O único pecado é quanto à revisão, que deixou passar vários erros, como vírgulas desnecessárias ou no lugar errado e separações de sílaba erradas. Também encontrei algumas palavras com acento agudo no lugar do acento circunflexo, como "bebé" ou "demónio". Sei que a edição que li é bastante antiga e que só pode ser encontrada em sebos e bibliotecas, por isso estou indicando para compra uma mais recente.
Eu indico esse livro para qualquer pessoa que esteja à procura de uma leitura leve, rápida e divertida.

Avaliação geral:

Onde comprar:

Aspectos positivos: é uma história curta, leve e divertida, que pode ser lida rapidamente, que retrata todo o sentimento típico natalino; contém descrições precisas e extremamente bem feitas.
Aspectos negativos: a edição contém grande quantidade de erros.

Por: Lethycia Dias

Deixe um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja quem me segue:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...