Confira!

Blogagem Coletiva: Os primeiros que eu li

Olá para todos os loucos por leituras! Nesse post eu vim trazer de volta uma espécie de "coluna" que já não acontece aqui no blog há alguns meses, que é a Blogagem Coletiva da Liga Blogesfera. A Liga é um grupo de blogueiros no Facebook que valoriza a interação e a amizade em detrimento da divulgação.
A Blogagem Coletiva é uma sugestão de temas de posts e vídeos para os membros do grupo. A participação é opcional, mas eu tento fazer sempre que posso, porque gosto muito da ideia de vários blogueiros produzirem conteúdo de acordo com certo assunto.
O tema de hoje são os primeiros livros que li, então agora vou falar sobre os que eu me lembro.

Meus primeiros livros

Que eu me lembre, os livros sempre fizeram parte da minha vida. Eu só me tornei uma leitora constante por volta dos onze ou doze anos, mas sempre gostei de ler. Eu sempre quis ser escritora, e meu pai diz que desde criancinha eu dizia que quando crescesse iria "fazer livros". Então, mesmo que eu não me lembre direito, os livros sempre estiveram lá.

1- Os contos de fadas

Os primeiros livros que eu li foram versões adaptadas de contos de fadas, em livros bem pequenos com muitas ilustrações e pouco texto, próprios para crianças. Ganhei a coleção assim que fui alfabetizada, então foram também os primeiros livros que eu possuí. Não eram exatamente essas da imagem abaixo, mas era uma coleção parecida, do tipo que se vende em escolas.


Minha coleção tinha as histórias dos Três Porquinhos, da Pequena Sereia, Cinderela, Bela Adormecida, Chapeuzinho Vermelho, entre outros. O que eu me lembro é que as ilustrações eram lindas e que uma das primeiras frustrações da minha vida foi não conseguir desenhar igual. Eu amava aqueles livrinhos e li as histórias várias vezes durante anos.


2- O Fantástico Mistério de Feiurinha


Esse livro pertencia ao meu irmão mais velho e eu não me lembro de onde veio e nem o que aconteceu com ele, só sei que não está mais aqui em casa com a gente. É uma história fantástica e foi meu livro preferido por muito tempo. Nela, um escritor que vive no nosso "mundo normal" recebe a visita do Lacaio da Branca de Neve, que vem direto do "mundo dos contos de fadas" com ordens de encontrar um escritor para escrever a história de uma princesa chamada Feiurinha. Isso porque a Branca de Neve recebeu a visita da Chapeuzinho Vermelho, que lhe contou a fofoca de que a tal da Feiurinha tinha sumido e ninguém sabia dela. Branca de Neve chamou todas as outras princesas, mas nenhuma delas se lembrava sequer da história da Feiurinha, por isso elas queriam que um escritor a escrevesse.


3- Não se esqueçam da Rosa

Quando eu tinha mais ou menos uns 10 anos, uma professora do colégio gostava de incentivar os alunos a ler, e por isso ela determinou que todos nós devíamos ler um livro por semana, e por isso ela separava duas caixas de livros para que escolhêssemos nossa leitura semanal. Foi assim que eu descobri Não se esqueçam da Rosa, que é a história de uma menina nipo-brasileira, filha de uma mulher negra brasileira e de um homem japonês sobrevivente do bombardeio em Hiroshima. Esse livro me marcou muito na época. O que eu me lembro hoje é que a menina sonhava em ter uma boneca que fosse negra e com olhos puxados como ela.
Desde criança eu já gostava de histórias sobre representatividade, mesmo sem saber o que é isso! 💜


4- O Amor é um pássaro vermelho


Que eu me lembre, esse deve ter sido o primeiro livro "maiorzinho" que eu li, já que todos os que citei antes eram bem pequenos em comparação aos livros que eu leio hoje. Segundo o Skoob, esse tem 215 páginas. Eu tinha aproximadamente onze anos, e foi nessa época que comecei a ler um livro atrás do outro. O tema é a imigração japonesa no Brasil, e o protagonista dessa história é um garoto japonês que vem para o Brasil para trabalhar numa fazenda de café. O pouco que me lembro é que ele tem dificuldades de se adaptar à terra nova e que se apaixona por uma garota filha de imigrantes italianos.


Então, é isso. Como os livros estão presentes na minha vida desde muito cedo, eu me lembro pouco dos que citei. Acontece também que provavelmente eu li muito mais do que acredito porque foi só a partir dos 15 anos que eu comecei a fazer anotações e registros sobre as minhas leituras; portanto, devem existir muitos livros anteriores e pouco marcantes cujos títulos eu já esqueci.
Esses são alguns dos primeiros livros que eu li e com certeza devem ter influenciado para que eu continuasse lendo. Com certeza eu li outros entre cada um desses quatro, mas realmente não me lembro quais foram.

Por: Lethycia Dias


4 Comentários

  1. Nossa você lia umas coisas muito diferentonas! Culta desde sempre!! Lembro dos contos de fadas e de uma coleção que não vou lembrar o nome, mas eram livros enormes, ilustrados, em capa dura e de uma gramatura alta... Infelizmente os perdi em alguma das milhares de mudanças que fiz por aí.. Mas eram lindos, com uma capa super florida... Minha mãe também comprava quando eu era muito pequena aqueles livros que faziam sons e lembro de um da Branca de Neve que era interativo, então a gente ia puxando uns papeizinhos e a historia se movia!! Era fantástico!! Achei no Google!! O título era "o mundo colorido da criança", da autora Suzana Mueller. Que saudades dos meus livros... Eu os lia a relia milhares de vezes... Terminava as atividades correndo só para ir para a micro biblioteca da minha escola (uma salinha meio escura com meia dúzia de livros) apenas para ficar lendo enquanto todos iam brincar... Bons tempos. E diga se não era uma delícia quando ia a feira de livros para a escola, ou algum vendedor e a gente saía de lá com uma maleta de contos de fadas!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhhh, obrigadaaa! Acho que desde sempre tive um jeito bem "estranho" de escolher minhas leituras. Já li certos livros só porque sempre notava eles nas estantes da biblioteca. Algumas das minhas melhores leituras vieram dessa curiosidade.
      Menina, nem me fala nesses livros da infância! Esses interativos que se desdobram todos, que a gente abre, puxa a página e o papel forma desenhos, isso é incrível demais! Queria ter a habilidade manual de quem faz! kkkkkk
      Lembro que eu tinha alguns livrinhos em formato pequeno, de capa dura, com histórias meio de conto de fada também. O soldadinho de chumbo, As roupas novas do imperador, Os cisnes selvagens. Lembro até que não gostava muito do livro do Soldadinho, porque tava era meio mofado e cheio de manchinhas pretas. (SOCORRO, ACABEI DE PESQUISAR NO GOOGLE E ACHEI FOTOS! DESCOBRI ATÉ O NOME DA COLEÇÃO!)
      Nem me fale também em feira de livros. Quando eu era menor meu pai costumava me levar na feira do Pátio Brasil, que é um shopping lá em Brasília, todo ano eles fazem feira de livros geralmente em setembro. Eu ficava encantada!

      Excluir
  2. Oi
    legal o poste, eu nem lemrbo os primeiros que li, mas lembro que meu pai compra umas coleções de livros resumidos e com ilustração dos clássicos dos contos de fadas.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Às vezes nem fica muito marcado na lembrança, né? Mas esses ficaram pra mim, acho que talvez por terem sido leituras bem significativas...

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja quem me segue:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...