Confira!


"Brida é uma jovem irlandesa que sempre se interessou por magia. Em determinado momento, ela sente que é chegada a hora de mergulhar mais fundo nesse assunto e resolve procurar os sábios que dominam a arte da feitiçaria. Nessa busca, duas pessoas são fundamentais: o Mago de Folk, que instrui Brida a confiar na bondade do mundo, e Wicca, que leva sua aprendiz a descobrir o seu Dom e alcançar a música do mundo. Enquanto Brida tenta aplacar sua sede de conhecimento, também luta para vencer seus medos e encontrar o equilíbrio entre seus relacionamentos atuais e as descobertas de suas vidas passadas. Esta é uma história de amor, paixão, mistério e espiritualidade, que trata do ancestral anseio humano por encontrar a alma gêmea"




Autor: Paulo Coelho
I.S.B.N.: 978-85-7542-935-8

Tendo lindo apenas um livro de Paulo Coelho antes, encarei Brida como uma nova aventura, um mergulho no desconhecido que é explorar o estilo de um autor diferente, e pude concluir que para os livros de Paulo Coelho a regra é uma só: ou você ama, ou você odeia. E estou surpresa com o quanto amei. Como uma leitora determinada a quebrar o preconceito com os autores nacionais e mostrar que o Brasil também está cheio de escritores brilhantes, posso afirmar que não é à toa que Coelho é o escritor brasileiro que mais vende internacionalmente, tendo suas obras publicadas em 168 países e traduzida para 78 idiomas. Também não é por acaso que ocupa uma cadeira na Academia Brasileira de Letras.
Longe do que se poderia esperar ao ler a sinopse, o mito da bruxa é desconstruído em Brida. A personagem aprende magia, e com ela conhece melhor os mistérios do mundo e de sua própria personalidade, conhecendo-se melhor. Encontra-se com a sabedoria que o ser humano vem acumulando por milênios durante sucessivas encarnações, e encontra aquilo que todos nós procuramos, aquilo que está presente nos clássicos, nos filmes, nos desejos das pessoas: o amor.

"Sabia que ninguém mais iria ouvi-la com o mesmo respeito, porque as pessoas tinham medo de saber como a vida era mágica; estavam acostumadas com suas casas, seus empregos, suas expectativas, e se alguém aparecesse dizendo que era possível viajar no tempo (...), as pessoas se sentiriam roubadas pela vida, porque elas não tinham aquilo, a vida delas era o dia sempre igual, a noite sempre igual, os fins de semana iguais."

Seja nos ensinamentos de sua mentora Wicca, ou seja nas conversas com o Mago, Brida sacia sua sede de conhecimento, aprendendo a cada dia um pouco mais sobre as pessoas e a vida, e à sua maneira, quando entra em contato com o mundo invisível, aproxima-se mais de Deus. Sua história é uma constante e profunda reflexão sobre tudo o que nos cerca, e com certeza agradará àqueles que já conhecem outros livros do autor, e também àqueles que, assim como eu, pretendem ler para conhecê-lo.
É mais um daqueles livros que compramos por algum motivo especial, porque algo neles (talvez a capa, talvez a sinopse, talvez o título, talvez as primeiras páginas) nos instigou a ler, e então percebemos que tivemos uma intuição correta. Para mim, será um volume exótico na minha estante; para quem se interessa por assuntos como reencarnação e práticas esotéricas, será com certeza interessante!

Por: Lethycia Dias

2 Comentários

  1. Olá,
    Adoro Paulo Coelho, li este livro faz muito tempo mas tem um livro dele que eu nunca esqueço e que amei Verónica, decide morrer.
    Boas leituras;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também li Verônika Decide Morrer, que aliás, foi minha primeira leitura do Coelho, e adorei!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja quem me segue:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...