Confira!



Sendo um gênero narrativo muito popular, a grande diferença da fábula é o fato de conter animais como personagens, animados com características antropomórficas, isto é, à semelhança de seres humanos. Em histórias desse tipo, cada animal é representado por uma característica própria, a fim de ilustrar o modo de agir das pessoas. Sendo assim, nas fábulas mais populares o leão é conhecido por representar a força, a formiga o trabalho, a raposa a astúcia, e a coruja a sabedoria. Outra característica marcante das fábulas é a lição de moral, sempre explícita no fim da história, e por isso elas foram por muito tempo usadas como forma de transmitir ensinamentos e valores, principalmente para as crianças.
Esopo é o mais conhecido autor de fábulas, mas antes que suas histórias se propagassem pela Grécia Antiga no século VI a.C. por meio da oratória, a fábula teve sua origem no Oriente, onde provérbios sumérios, escritos cerca de 1500 anos antes de Cristo, já incluíam animais antropomórficos e lições de moral semelhantes às dos gregos. Entretanto, foi com Esopo que elas se propagaram, e seu objetivo era ressaltar os comportamentos humanos.
O escritor francês Jean de La Fontaine (1621-1695) tornou-se famoso por reescrever as antigas fábulas de Esopo.

Algumas fábulas famosas:
  • A Cigarra e a Formiga;
  • O Leão e o Ratinho;
  • A Raposa e o Corvo;
  • A Lebre e a Tartaruga;
  • O Rato do campo e o Rato da cidade.
Por: Lethycia Dias

Deixe um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Entre em contato conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja quem me segue:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...